Como um Bi-Campeão Mundial de Jiu-Jitsu se Alimenta? Super-Entrevista com Victor Genovesi.

E aí Supers, beleza?


Hoje começo uma série de entrevistas que farei com diversos atletas de diferentes esportes para ir mais afundo em sua nutrição e performance.

Hoje começo com o Victor Genovesi: faixa-preta e Bi-Campeão Mundial de Jiu-Jitsu, dentre vários outros títulos, hoje ele compete, roda o mundo dando seminários, aulas e ainda teve tempo de nos responder à essa entrevista!


Acompanhe agora as 10 perguntas que fizemos e as respostas dadas pelo atleta. Mas antes, acompanhe alguns highlights das lutas dele:




SM: Victor, você poderia falar um pouco de quem você é, como começou no Jiu-Jitsu, quantos anos tem (de vida e de carreira), e seus títulos mais importantes?

VG:Meu nome é Victor Genovesi, tenho 28 anos, comecei a praticar Jiu-Jitsu com 3 anos de idade. Eu comecei a competir desde cedo, a primeira competição que eu me lembro foi com 5 anos. Tenho como maiores feitos na minha carreira 2 títulos Mundiais, 1 campeonato Brasileiro, 1 campeonato Europeu e 2 bronzes em Pan-americanos.


SM: Qual é o seu maior sonho dentro do esporte?

VG: Meu maior sonho dentro do Jiu-Jitsu é fazer a diferença, usar o Jiu-Jitsu como ferramenta de transformação. Seja como atleta, professor, empreendedor, aluno ou amigo. Eu devo a minha vida ao esporte, tenho que retribuir de alguma forma.


SM: Um campeão como você com certeza tem que se preocupar com a alimentação. Você tem um acompanhamento profissional ou faz tudo sozinho?

VG: Na competição eu aprendi e acredito que tudo faz diferença... quanto a alimentação, acho fundamental para todos, não só competição. Portanto, eu faço acompanhamento profissional desde 14 anos com meu nutrólogo Dr. Oswino Penna.


SM: Como é a sua relação com a comida? Você enxerga como parte do seu trabalho, consegue seguir sua dieta sempre ou não tem algo tem regrado assim? Conta melhor como você se relaciona com ela e as possíveis dificuldades.

VG:Minha relação com a comida já variou bastante. Já vi como trabalhar; o que acho que foi muito ruim, pois eu era extremamente caxias com a alimentação de Novembro a Junho e/ou quando tinha competição próxima, mas quando não tinha competição eu simplesmente jogava a toalha para cima e comia tudo e mais um pouco. Hoje, eu tenho uma relação muito melhor, estou mais maduro e entendi que a alimentação é para vida, não só para competição. Quando eu tenho que perder peso eu restrinjo um pouco algumas coisas, corto outras, mas não abro mão de comer uma alimentação saudável e limpa.


"Alimentação é para vida, não só para competição."- Victor Genovesi Bi-Campeão Mundial de Jiu-Jistu

SM:Quais são as diferenças entre a sua dieta em fase de competição e fora de competição – se é que tem diferença?

VG:Como disse antes, hoje nenhuma. A única diferença é fazer o corte de peso. Ai tenho que diminuir um pouco a quantidade de comida e as vezes cortar a água.


SM: Quantos quilos você perde ou ganha para bater o peso dos campeonatos?

VG: Para competir eu já cheguei a perder 8 quilos. Hoje, mudei de categoria, então perco menos; 4 quilos, o que é mais saudável para o meu corpo.


SM: Você poderia descrever para a gente um dia normal de sua alimentação quando não está em fase de competição?

VG:Eu faço 6 refeições diárias e vario a quantidade de proteína, carboidratos e gorduras, mas fico bem atento ao que estou ingerindo e não a quantidade proteína, carbos e gordura; essas macros eu deixo para quem entende. Eu apenas cumpro o que me é passado.

SM:O que você costuma ingerir antes dos seus treinos e depois deles? Quanto tempo antes e depois você faz essa refeição?

VG: Antes do treino, geralmente eu como uma tapioca com pasta de amendoim, banana e um fio de mel. Durante o treino, me hidrato bem e logo depois do treino eu tomo um shake de proteína com uma base maior de carboidrato.


SM: A discussão clássica: calistenia ou musculação? Qual você acha que mais te ajuda no seu esporte e na sua performance?

VG: Eita, sou péssimo nessas discussões. Eu apenas sigo o que o meu preparador físico manda... Eu não faço ou um ou outro, eu faço uma periodização para otimizar a minha performance. Mas se você me perguntar o que eu mais gosto de fazer é o LPO (levantamento olímpico), disparado!


SM: Você acha que a alimentação é levada à sério dentro do Jiu-Jitsu? É um esporte que há muita discussão a respeito de como incrementar a performance através da comida?

VG: Acho que a alimentação é levado a sério em qualquer esporte. E acho ainda que hoje tem uma preocupação ainda maior com a alimentação por parte da população em geral, o que é excelente!


SM: Victor, muito obrigado pela sua entrevista!

VG:Espero ter ajudado com a entrevista, quem tiver dúvidas ou perguntas, estou sempre disposto a responder!



E aí galera, gostaram dessa entrevista? Deixe seu comentário para eu saber se querem que eu faça mais!


A próxima entrevista já está à caminho e será com um Bodybuilder!


Não esqueçam que ainda temos vagas para o início de Janeiro nas SUPER 10 SEMANAS!

Inscreva-se clicando aqui.


Até a próxima,

Foco e Paz

© 2020 by SUPER ME FITNESS.

Worldwide Fitness Coaching Company based in London, United Kigdom.

  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Facebook Icon